Cabeçalhoo

Volte ao Início Sobre o Diário Sobre as Autoras Encomende um Texto Mande sua Contribuição Image Map

26 de fev de 2013

Texto de Bruna (Contribuição)

Tumblr_mhvcqxua6t1qas1mto1_500_large
O blog UDB está recebendo mais uma contribuição! Desta vez é da Bruna, uma das futuras contribuidoras do blog A Garota da Casa 12 (da Na). Confiram o texto que ela escreveu:

24 de fev de 2013

Frase - A Procura da Felicidade


"Nunca deixe que alguém te diga que não pode fazer algo. Nem mesmo eu. Se você tem um sonho, tem que protegê-lo. As pessoas que não podem fazer por si mesmas, dirão que você não consegue. Se quer alguma coisa, vá e lute por ela. Ponto final." - A Procura da Felicidade
 
Este filme também é muito bom, fala da luta do pai para ganhar dinheiro e fazer a família feliz, já assistiram? :)

23 de fev de 2013

Sonhos...


“Se não for hoje, um dia será. Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas pra um dia dar certo.”

Caio Fernando Abreu

Frase da Dory- Procurando o Nemo


"Por favor, não vá embora. Ninguém nunca ficou comigo por muito tempo antes. Eu só me lembro de coisas boas que aconteceram conosco. Quando eu olho para você e eu estou em casa, eu me sinto em casa. Por favor, eu não quero que vá embora. Eu não quero esquecer."
(Procurando Nemo)
 
Awnt, eu amava este filme, vocês já assistiram? *-*
 
Continue a nadar, continue a nadar, a nadar... Para achar a solução...nadar!

17 de fev de 2013

Ganhadora do Game de 50 seguidores!

Tumblr_midrppghex1r8rt3po1_500_large
 
Hello!
 
Vamos à ganhadora do Game? Todas as respostas estavam ótimas, mas como deveria ter apenas um ganhador, selecionamos a melhor!
 
A Ganhadora é a: Disjeslin, do blog Jessi Criss
 
Vamos aos 3 desejos dela?
 
"Hummm... acho que pediria uma máquina de sorvetes, um cabo novo de vassoura para jogar na cara de quem me odeia (sou muito malvada muááhaha) e um fone de ouvido para esquecer do mundo."
Eu dei uma boa risada na parte do cabo de vassoura... hahahah ;)
 
Parabéns Disjeslin, e aos demais participantes!
Se não ganhou, não se preocupe, logo haverão mais jogos! ^-^

Agora temos o gadget Blogroll, vamos preenchendo ele conforme as pessoas forem ganhando os jogos. Sempre que fizermos um Game, fique esperto, garanta sua vaga! :)


Beijos, Na e Biti.

12 de fev de 2013

Meta de 50 seguidores alcançada!!! + Game valendo divulgação!

Zo-zie-ik-jullie_large
 
Hello!
 
Como podem ver, alcançamos nossa meta de 50 seguidores! eeeeeeebbbaaaaaa
Para comemorar, trouxemos um game valendo divulgação para vocês.
 
Se tivesse direito a escolher 3 desejos, quais escolheria?

 
Obs.: não vale um dos desejos ser: quero ter desejos infinitos... ;)
 
Quem fizer a resposta mais criativa ganhará 3 semanas de divulgação!
 
Valendo!


6 de fev de 2013

Lembranças coladas na parede


Lembranças. Memórias. Coladas e penduradas na parede do quarto. Cada dia, aquilo tudo aumentava mais. A mãe reclamava da bagunça, e que aquilo só trazia poeira. Mas, a medida que ela mais falava, mais a menina se sentia motivada a fazer o mesmo. Fotos, recortes de revistas, lembranças de amigos, cartas, papéis... De algum modo, aquilo a confortava. Se sentia bem, ao passar o seu tempo no passado.
Dava um jeito se elas não coubessem nas paredes: colava na cama, no criado mudo, fazia um varal e prendia com prendedores... Mas a mãe, é sempre ela, tentava tirá-las para poder limpar. Parecia que queria apagar suas lembranças.
Os anos foram se passando, e aquela mania incontrolável de guardar memórias foi se apagando, pois já não morava na mesma casa. Tinha virado uma mulher resolvida com sua vida, decidida, que sabe impôr sua presença.
Um dia, com saudades, foi visitar a velha mãe. Se abraçaram, conversaram, riram. Numa certa hora, a idosa senhora levou-a para seu antigo quarto, aquele mesmo que a menina passara a maior parte do tempo recortando e colando lembranças. Estava igualzinho, mas limpo e arrumado. Do jeito que ela havia deixado da última vez que ficou ali.
"Pensei que você já tinha jogado tudo fora mãe." disse a garota, agora mulher.
"Não minha filha. Depois que foi embora, senti uma saudade insuportável de você. Mas as lembranças que colou e pendurou nas paredes me confortaram, até que você voltasse para mim." ao dizer isto, ela sorriu. As duas abraçaram-se e choraram. 
Memórias não foram feitas para serem apagas nem esquecidas. 

Por: Na...
P.S.: pessoas queridas, estou sem inspiração para escrever textos ultimamente... alguma sugestão de tema? Agradeço!